Ensaios - São Paulo São

São Paulo São Ensaios

A ação em Blade Runner muitas vezes nem ocorre em Los Angeles. Aqui, K se aproxima de Las Vegas. Imagem © 2017 Warner Bros. Entertainment Inc.A ação em Blade Runner muitas vezes nem ocorre em Los Angeles. Aqui, K se aproxima de Las Vegas. Imagem © 2017 Warner Bros. Entertainment Inc.

Deveríamos ter uma palavra específica para esse tipo de filme - um meio termo entre uma sequência e uma releitura - mas não existe, então teremos que chama-lo apenas de Blade Runner 2049. Talvez o filme seja mais sutil na forma como faz referência ao clássico precedente de 1982, o cult distópico dirigido por Ridley Scott, do que outras regravações recentes - Star Wars: The Force Awakens, por exemplo - mas ainda assim há uma série de insinuações bastante óbvias. Por exemplo, é fácil perceber reflexos dos personagens do Blade Runner original em 2049: o detetive particular Rick Deckard transfigura-se aqui no estóico e desiludido "K"; a femme fatale Rachael se revela em Joi, uma personagem em forma de holograma que é algo entre um humano e uma máquina; o espírito do excêntrico Roy Batty, renasce em Luv, o fascínora; para não mencionar a horda de replicantes entre humanos e policiais suspeitos. Na verdade, o principal elemento que não foi substituído é o próprio cenário do filme, a cidade de Los Angeles. Entretanto, sua arquitetura é surpreendentemente abstrata em relação ao primeiro filme. Por isso, a nova versão de Blade Runner parece desprovida de uma atmosfera cívica, provavelmente concebida de forma intencional.

‘tamanho _M‘ revela as caraterísticas de São Paulo como cidade interiorana. © Alberto Simon.‘tamanho _M‘ revela as caraterísticas de São Paulo como cidade interiorana. © Alberto Simon.

Longe dos bairros nobres que frequentemente possuem arquiteturas assinadas por grandes arquitetos, São Paulo possui casas em escalas mais modestas que permeiam a memória afetiva de seus cidadãos devido suas características e detalhes marcantes. Alberto Simon, artista baseado na capital paulista, fotografou alguns exemplares desta arquitetura sem autoria e os agrupou em seu trabalho intitulado "tamanho_M".

O consumidor de tecnologia está mudando rapidamente seus valores e sua percepção em relação aos serviços que usa. É um movimento parecido com o crescimento dos orgânicos no mercado de alimentos nos últimos anos.

 

Galpão, Av. Ricardo Jafet.Galpão, Av. Ricardo Jafet.

De Michelangelo a Arno Breker,

De Van Gogh a Alex Vallauri,

De Sebastião Salgado a Nan Goldin.

Os olhos de voyeur do fotógrafo e artista gráfico Sidney Haddad captam tudo.

Moça na parede.Moça na parede.

Pregos, porcas e parafusos.Pregos, porcas e parafusos.

Com habilidades semelhantes a de um camaleão de Madagascar, Sidney parece enxergar em 360º.

Como um grande felino, espreitando os pobres gnús que ignoram a presença do predador, Sidney está sempre a caça de cenas, tal qual um espião de imagens.

Seu mais recente e deslumbrante trabalho “Estampas Improváveis”, é a expressão desse talento tão particular.

Prédio no  centro.Prédio no centro.

Escovas.Escovas.

Educado na França, Sidney é uma espécie de Lavoisier que, ao invés de perder um acontecimento visual, transforma-o em algo que só uma vista privilegiada, como a dele, é capaz de antecipar.

Seria pouco dizer que “Estampas Improváveis” é uma obra única, pois são várias.

É mais justo dizer que é uma obra inigualável.

Escreve Zoca Moraes, redator publicitário e conselheiro do São Paulo São sobre o trabalho de Sidney.

Lixo grafitti.Lixo grafitti.

“Este meu material que chamo de “Estampas Improváveis“ é um projeto que desenvolvi nos últimos 4 anos. São fotografias, em sua maior parte nas ruas de São Paulo, que se transformam em estampas sem nenhuma intervenção na imagem, a não ser recorte, colagem e espelhamento.

Prédio no Bom Retiro.Prédio no Bom Retiro.Tenho testes feitos com impressão em papel, em azulejo ou em tecido. Cada imagem mede 50cm x 50cm em alta resolução. São mais de 5 mil imagens já transformadas e posso atender qualquer pedido para novas criações.

Porta amarela, casa azul.Porta amarela, casa azul.

Prédio abandonado.Prédio abandonado.

Se alguém quiser olhar alguns exemplos, tenho algumas amostras no meu tumblr http://estampasimprovaveis.tumblr.com“ diz o autor.

Leia também: 

***
Da Redação. Todas as imagens de Sidney Haddad / Tumblr.

Alô, alô, W/Brasil… Alô, alô, W/Brasil… / Jacarezinho! Avião! Jacarezinho! Avião! / Cuidado com o disco voador / Tira essa escada daí / Essa escada é pra ficar aqui fora / Eu vou chamar o síndico / Tim Maia! Tim Maia! Tim Maia! Tim Maia!