Colunistas - São Paulo São

São Paulo São Colunistas

Países como a Itália e a França, bem castigados com o vírus, já impuseram grandes restrições ao uso da bike. Foto: UCI / Divulgação.Países como a Itália e a França, bem castigados com o vírus, já impuseram grandes restrições ao uso da bike. Foto: UCI / Divulgação.

Para muitos, essa nem é uma questão: o negócio é ficar em casa. Mesmo assim, o tema “bike nos dias de Coronavírus” é responsável por acaloradas discussões em centenas de grupos e comunidades virtuais que sigo, bem como em reuniões do poder público para decidir novas políticas e procedimentos neste mundo de quarentena. Então, pedalo ou não pedalo? A minha magrela está paradinha na garagem, até porque eu realmente a usava principalmente para o lazer e o turismo. Não necessitava pedalar para ganhar dinheiro e nem fazia o circuito casa-trabalho-casa. Mas sei que para muitos a bicicleta não é “apenas” lazer, descobertas, viagens, turismo...

Foi em junho de 2016 que vi no Facebook um post de um amigo querido, Daniel Benevides, recomendando uma oficina literária que seria ministrada no mês seguinte pelo escritor e tradutor Antonio Xerxenesky. Segundo Daniel (ele também escritor e tradutor, além de jornalista, editor, músico e pai de três meninas lindas), seria uma oportunidade ímpar, pois raramente Xerxenesky ministra cursos livres.

Coronavírus: prefeitos de várias cidades têm refletido sobre o que é melhor a fazer nessa situação crítica.Coronavírus: prefeitos de várias cidades têm refletido sobre o que é melhor a fazer nessa situação crítica.

O avanço do coronavírus no Brasil e no mundo vem mudando radicalmente a rotina da sociedade, uma vez que o isolamento tem sido a principal recomendação.

Em Ovar o presidente da Câmara Municipal decretou estado de calamidade pública no último dia 17 devido ao surto de Covid-19. Foto: CM Jornal.Em Ovar o presidente da Câmara Municipal decretou estado de calamidade pública no último dia 17 devido ao surto de Covid-19. Foto: CM Jornal.

Não vou falar da curva de infectados, das mortes, da falta de máscaras, dos supermercados desabastecidos e de todas as limitações impostas pela pandemia. São temas sérios, sem dúvida, e estão nas capas de jornais, revistas, nos grupos de whatsapp, no rádio e na tv. Mas acho que eu não traria nada de novo. Por outro lado, estou aqui, quase em prisão domiciliar, numa cidade que acaba de decretar estado de calamidade. Ou seja, praticamente isolados, com acessos controlados e restrições para sair de casa. Lojas fechadas, ruas vazias...

APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio