Estrada Velha de Santos é reaberta para visitação a pé - São Paulo São

O Governo do Estado liberou a Estrada Caminho do Mar (SP-148), também conhecida como Estrada Velha de Santos, a partir da subida, em Cubatão. As visitas agendadas poderão ser feitas todos os últimos sábados de cada mês.

Calçada do Lorena, foi dado em homenagem ao governador da capitania: Bernardo José Maria de Lorena.Calçada do Lorena, foi dado em homenagem ao governador da capitania: Bernardo José Maria de Lorena.Calçada do Lorena, nome foi dado em homenagem ao governador da capitania: Bernardo José Maria de Lorena. 

Entre as atrações estão a vegetação nativa e monumentos erguidos há quase 100 anos para comemorar a Independência do Brasil. Os visitantes terão ainda a oportunidade de conhecer a Calçada do Lorena, estrada de pedra construída por engenheiros sobre um antigo caminho de mulas por onde Dom Pedro I subiu a Serra. A Estrada Velha foi inaugurada no século XIX.

O Estado de S. Paulo - 15/12/2002.O Estado de S. Paulo - 15/12/2002.

O Estado de S. Paulo - 15/12/2002.

Moradores de Cubatão terão prioridade. A concentração dos grupos vai ocorrer na altura do pontilhão da Serra, perto da Refinaria Presidente Bernardes-Cubatão (RPBC). O passeio deve durar, em média, quatro horas, ao custo de R$ 31,00 por pessoa, com acompanhamento de guia. O passeio termina no portal da estrada em São Bernardo do Campo. É importante que os participantes - da Baixada Santista ou da Capital - pensem nos meios de transporte para o retorno, pois não há linhas de ônibus ou outros meios naquele local. 

O agendamento deve ser feito no site www.parqueestadualserradomar.sp.gov.br/pesm/ ou pelo telefone (11) 2997-5000, ramal 356, com atendimento durante o horário comercial.

História

Vista parcial da Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em direção ao Litoral Sul de São Paulo,  06/07/1979. A imagem também mostra o Palácio de Lorena, também conhecida como Casa de Pedra.Vista parcial da Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em direção ao Litoral Sul de São Paulo, 06/07/1979. A imagem também mostra o Palácio de Lorena, também conhecida como Casa de Pedra.Vista parcial da Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em direção ao Litoral Sul de São Paulo,  06/07/1979.
A imagem também mostra o Palácio de Lorena, também conhecida como Casa de Pedra.

Fechada em 1985 para o tráfego de automóveis, a Estrada Velha de Santos, ou Caminho do Mar, faz parte da história de São Paulo. Muitos ainda se recordam do tempo em que aquela estrada de curvas acentuadas era o trajeto imperativo para quem se dirigia à Baixada Santista, antes da inauguração da Rodovia Anchieta em 1947.

Estrada Velha de Santos, antes de ser fechada para veículos em 1985.Estrada Velha de Santos, antes de ser fechada para veículos em 1985.Estrada Velha de Santos, antes de ser fechada para veículos em 1985.

É fato que do seu surgimento, no período colonial, até sua desativação, na década de 1980, a rota cumpriu papel fundamental para formação da capital paulista e desenvolvimento do País. As imagens do Acervo Estadão mostram um pouco dessa trajetória. 

Os caminhos até o mar

 Estrada Velha de Santos em 29/06/1968. Estrada Velha de Santos em 29/06/1968.

Estrada Velha de Santos em 29/06/1968.

A mais antiga rota do interior do País para o litoral Atlântico surgiu por volta de 1560, quando o governador Mem de Sá recorreu aos jesuítas para que abrissem uma trilha, alternativa às indígenas, para transpor a Serra do Mar. A vereda recebeu o nome de Caminho do Padre Anchieta e tornou-se o caminho usado para o transporte de ouro até Santos e para o comércio de produtos.

Em 1792, um novo trajeto foi aberto, a Calçada do Lorena. Toda pavimentada em lajes, a notável obra de engenharia do período foi idealizada para dinamizar o comércio e escoar a produção.

Foi por essa rota que o príncipe regente D. Pedro subiu a serra em direção a São Paulo para proclamar a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822. No Brasil Império, em 1844, a rota foi melhorada e ganhou o nome de Estrada da Maioridade em homenagem ao menino regente D. Pedro II. Vinte anos depois, a estrada passou por mais uma reforma e foi reinaugurada como o nome de Estrada Vergueiro em 1864.

Estrada de Rodagem 

Vista parcial da descida da Serra do Mar pela Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em 02/06/1971.Vista parcial da descida da Serra do Mar pela Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em 02/06/1971.

Vista parcial da descida da Serra do Mar pela Estrada Velha de Santos, também conhecida como Caminho do Mar, em 02/06/1971.

No século 20 a rota ganhou mais dois nomes e uma música. A rota chamada então de Caminho do Mar, ou Estrada do Mar, foi usada pela primeira vez por automóveis em 1908, no que ficou conhecido como o primeiro “Raid automobilístico São Paulo- Santos”. Em 1913, ela passou por obras - pedras de macadame foram usadas para cobrir a estrada - e foi adaptada para o tráfego de automóveis.

O Estado de S. Paulo - 24/2/1942.O Estado de S. Paulo - 24/2/1942.

O Estado de S. Paulo - 24/2/1942.

Na década de 1920 foi pavimentada com concreto e se tornou a primeira rodovia da América Latina. Com a inauguração da Via Anchietaem 1947, a rota passou a ser um trajeto secundário e ganhou o nome de Estrada Velha. Em 1969, a estrada que ainda estava em atividade serviu de inspiração para a canção As curvas da estrada de Santos de Roberto Carlos. Em 1985, ela foi desativada. Desde 2004, a estrada está aberta para passeios turísticos. Além de  exuberantes paisagens da Mata Atlântica, o percurso reserva um  conjunto de monumentos históricos, como o Belvedere Circular e as pedras originais da Calçada de Lorena. 

***
Da Redação com informações do site A Tribuna e acervo O Estado de S.Paulo.
 



-->