No aniversário da Mooca, bairro recebe 'Cine Autorama' com sessões de cinema drive-in - São Paulo São

Foto: Divulgação/Danilo Ramos.Foto: Divulgação/Danilo Ramos.

A zona leste de São Paulo faz uma viagem no tempo ao reviver os charmosos drive-ins. Nos próximos dias 23, 24 e 25, a Mooca recebe o Cine Autorama – projeto de cinema ao livre que retoma o modelo dos charmosos Drive-ins das décadas de 40 e 50, onde as pessoas assistiam o filme dentro do carro.

A atração é gratuita e integra o calendário de festejos dos 463 anos do bairro. Serão seis sessões, duas por dia, no espaço da feira confinada, na rua dos Trilhos, 859. O projeto apresenta o circuito #AcreditaNelas com filmes protagonizados ou com mulheres em papéis de destaque.

Os adeptos vão poder acompanhar um grandesucesso do cinema de dentro do carro, não se importando com a sujeira das sobras de pipoca. Romântico, não? De graça, a atração faz parte das celebrações dos 463 anos do tradicional bairro paulistano. 

Foto: Divulgação.Foto: Divulgação.

São seis sessões, duas por dia. Todas na rua dos Trilhos, 859. A programação integra o circuito #AcreditaNelas, apenas com filmes protagonizados com mulheres em papéis de destaque. A transmissão acontece via FM, por isso é preciso sintonizar o rádio do carro. 

Programação

Dia 23: 

Às 19h15 – ‘Fala Sério – Mãe’
Às 22h10 – ‘La La Land Cantando Estações 

Dia 24: 

Às 19h – ‘Mad Max – Estrada da Fúria’
Às 22h – ‘Pantera Negra’

Dia 25:

Às 18h15 – ‘Minha Mãe é uma Peça 2’
Às 21h – ‘Caça Fantasma’

A História dos Auto Cines

Em 1933, já com a ideia patenteada, Richard Hollingshead promoveu a primeira sessão de um cine drive-in em Nova Jersey. Foto: Time Magazine.Em 1933, já com a ideia patenteada, Richard Hollingshead promoveu a primeira sessão de um cine drive-in em Nova Jersey. Foto: Time Magazine.

A história do Cine drive in começa em 1932, quando a mãe do americano Richard Hollingshead reclamou dos desconfortáveis assentos de cinema para pessoas acima do peso. Para solucionar o problema ele criou o cinema drive-in como conhecemos hoje. Amarrou um lençol em duas árvores para servir de tela e, com um projetor Kodak 1928, exibiu um filme enquanto a mãe estava dentro de seu próprio carro.

Em 1933, já com a ideia patenteada, Richard fundou o primeiro cine drive-in com a exibição da comédia de Fred Niblo, Wives Beware, e o slogan “Toda família é bem-vinda, independente de quanto às crianças são barulhentas”.

1933. O primeiro drive-in em Camden, Nova Jersey. Foto: Ullstein Bild / Getty Images.1933. O primeiro drive-in em Camden, Nova Jersey. Foto: Ullstein Bild / Getty Images.

No Brasil, a ideia chegou em 1968 trazida pelo piloto de fórmula 1, Eduardo Celidônio, que conheceu esse modelo de cinema dois anos antes em uma viagem aos Estados Unidos. Celidônio, preferia usar o termo autocine para definir o Snob’s, que ficava na Avenida Santo Amaro e foi o pioneiro da cidade de São Paulo, com capacidade para 260 carros; funcionou até 1990.

Anúncio do auto cine Snob's. Imagem: Acervo O Estado de S. Paulo.Anúncio do auto cine Snob's. Imagem: Acervo O Estado de S. Paulo.

Seguindo o sucesso do Snob’s, Mário Paes da Fonseca abriu o Moon Auto Cine, em 1970, que ficava na Avenida Interlagos (São Paulo)  e que em 1976 virou o Motel Auto Moon, funcionando até 1980.

Em 1971 surgiu no país um dos mais famosos cine drive in’s, o Chaparral. Parceria inicial dos amigos José Sante Ciongoli e Nuncio Basile, ficava no número 2000 da Avenida Condessa Elizabeth Robiano (Marginal Tietê, no bairro da Penha, São Paulo).  O Chaparral teve um curto período de funcionamento, durou apenas 3 anos, funcionando até 1974.

Sessão de cinema no autocine Chaparral, em 1986. Foto: Oswaldo Luiz Palermo / Estadão.Sessão de cinema no autocine Chaparral, em 1986. Foto: Oswaldo Luiz Palermo / Estadão.

Atualmente, o último cinema a céu aberto que funciona em nosso país é o Cine Drive-In, localizado em Brasília. Aberto no ano de 1973, é um dos marcos históricos para os cinéfilos. Possui uma tela de 312 metros quadrados, e uma torre de som com a transmissão de rádio FM.

***
Da Redação com informações Cine Autorama e SESC São Paulo.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio